Tratamento

Psicologia

A psicologia como ciência e profissão é uma especialidade que atua na área do comportamento humano. O psicólogo pode atuar em diversas áreas, desde a clínica até a organizacional, passando pela educacional, esportiva, jurídica, social e muitas outras. A psicoterapia pode ajudar em diferentes níveis de complexidades emocionais e psicológicas tais como: relacionamento (como dificuldade na comunicação, na resolução de conflitos e entre tantos outros), transtornos mentais (pessoas enfrentando quadros como depressão, ansiedade, fobias, TOC, transtornos alimentares, transtornos do sono, entre outros), autoconhecimento e crescimento pessoal (proporcionando uma visão mais profunda de si e estimulando o crescimento pessoal, não se restringindo a resolver o que está mal, mas também a promoção maior de uma condição positiva), orientação profissional ou em qualquer demanda existencial onde a pessoa almeja ajuda para si, assim como a atuação na área de reabilitação neurológica.

A psicologia na reabilitação neurológica atua diretamente com a adaptação, convívio, acolhimento, orientação e compreensão do dinamismo implicado no processo de reabilitar; minimizando desta forma o impacto psicológico e emocional vivenciado pelos pacientes e seus familiares, nas diferentes fases do ciclo vital em que ocorrem as sequelas neurológicas.

Na psicoterapia infantil, utiliza-se de técnicas lúdicas para as crianças experimentarem aceitação, compreensão, alivio e ressignificação dos sintomas emocionais e psicológicos, otimizando e beneficiando o processo de reabilitação e socialização de crianças e adolescentes.

O acompanhamento psicológico do paciente adulto, conta com técnicas de intervenções sistêmicas e orientações, estimulando o convívio, aceitação, compreensão sobre a deficiência, alivio e superação dos sintomas emocionais para otimizar o processo de reabilitação em todas as suas fases.

Os procedimentos oferecidos pela psicologia na reabilitação:

- Psicoterapia infantil, adolescente e adulto;

- Orientação e acompanhamento familiar;

- Estimulação cognitiva (infantil, adolescente e adulto);

- Orientação e acompanhamento multidisciplinar.